Hábitos de leitura e artigos digitais: onde está a relação?

Compartilhar:

No final dos anos 90 e no começo dos anos 2000, muitos jovens alunos escutaram nas escolas que os meios digitais, recém-chegados na casa dos brasileiros, iriam acabar com a leitura. Muitos professores de português repetiram à exaustão que a internet mataria a gramática. Só que, ao contrário das previsões, a leitura de artigos online fez muito bem aos hábitos dos brasileiros!

Que tal escutar esse artigo no caminho para o trabalho ou durante uma caminhada? Aperte o play acima e experimente.

Na verdade, nunca se leu tanto no Brasil. A internet estimulou a leitura em diversos outros meios. Isso se deve aos inúmeros blog posts (corporativos e pessoais), postagens em redes sociais, e-books grátis, vídeos e tutoriais.

Para acabar com os preconceitos e mostrar como os artigos digitais melhoraram os hábitos de leitura dos brasileiros, preparamos o post a seguir. Confira!

Em que medida os artigos digitais melhoraram os hábitos de leitura dos brasileiros?

Antes da popularização da internet, infelizmente, a disponibilidade dos livros era limitada para a maioria dos brasileiros. Nem todas as cidades possuíam bibliotecas públicas e adquirir livros nas lojas podia ser caro.

Com a chegada das plataformas digitais, houve uma facilitação do acesso à leitura. Hoje, pode ser usando um computador, notebook, tablet ou um celular. Os leitores têm acesso à inúmeras fontes de informação sem sequer sair de casa. O próprio governo disponibiliza um portal online com centenas de títulos gratuitos!

Segundo a pesquisa “Retratos da leitura”, do Ibope, o número de brasileiros com acesso à internet pulou de 81 milhões em 2011 para 127 milhões em 2015. A principal forma de consumir conteúdos digitais é por meio de artigos informativos, pesquisas diversas e etc.

Somente esta informação já aponta a possibilidade de conhecimento que a internet proporciona para os leitores iniciantes, não é mesmo?

O espaço da leitura na vida dos brasileiros

A pesquisa foi conduzida pelo Ibope realizada entre novembro e dezembro de 2015. No estudo, registrou-se um aumento no hábito de leitura dos brasileiros. O Brasil possui 56% de leitores, 6% a mais do que na penúltima versão do estudo, datada de 2011.

Homens e mulheres passaram a ler mais. O número de leitoras aumentou de 54% em 2011 para 59% em 2015, enquanto o de leitores foi de 44% para 52%.

A pesquisa também revela que bibliotecas ganharam mais espaço no cotidiano dos brasileiros. As visitas ao local cresceram de 12% em 2007 e 2011 para 19% em 2015.

Quais as melhores fontes de leitura na internet?

Ainda há muito espaço para se investir nas plataformas digitais e garantir que elas continuem a facilitar o hábito de leitura dos brasileiros. A indireta consequência disso é o aumento da leitura como um todo, incluindo as publicações impressas – tais como revistas, livros e jornais.

E tem espaço para todos os gostos! Felizmente, hoje em dia já temos uma agradável realidade à nossa frente: uma pessoa dedicada pode sim aprender mais, adquirir novos conhecimentos e se desenvolver utilizando a internet e suas diversas formas de leitura.

Qualquer um pode se tornar uma pessoa mais culta e mais informada, seja por meio da leitura de livros impressos ou por meio de e-books, conteúdos em áudio, blog posts ou assistindo vídeos e tutoriais.

Em especial, os blogs são ótimas ferramentas para a difusão de informações. De forma geral, eles têm um tamanho ideal para a leitura de forma que não canse o leitor, as informações são bem focadas e abordam os mais diversos assuntos — técnicos, pessoais, corporativos, comportamentais e etc.

As possibilidades de crescimento pessoal só estão aumentando. Temos que torná-las cada vez mais acessíveis!

Quer saber mais sobre artigos digitais e os hábitos de leitura dos brasileiros? Inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro das nossas notícias!

COO e cofundador do Vooozer, Mateus é o engenheiro mais de humanas que ele conhece. Apaixonado por mochilões e tecnologia, torce para que tenha wi-fi no hostel. Viaja para se encontrar, se perder, descobrir, inventar e vice-versa.

Deixe uma resposta