um megafone com vários ícones saindo dele representando assuntos populares na internet

Aprenda a identificar assuntos populares na internet para o seu blog!

Um blog bem-sucedido exige mais do que uma escrita impecável. O mundo digital está recheado de informações e, por isso, é preciso caprichar nos temas que serão abordados em seus textos. Pesquisar, conhecer e entender os assuntos populares na internet é essencial para atrair audiência.

Não precisa ler, a gente já narrou pra você! Aperte o play e ouça o post na íntegra:

Diariamente, um volume muito grande de conteúdo é publicado online e, entre eles, todos os artigos publicados pela sua empresa. Dessa forma, é comum ficar sem ideias para novos textos, entretanto, algumas ferramentas e técnicas ajudam a garimpar os tópicos de maior relevância no ambiente digital.

E para te ajudar nesse processo, separamos neste artigo alguns dos principais mecanismos para descobrir os assuntos populares na internet.

Google Trends

Se a internet é um grande depositário de informações, o Google é o principal meio para acessá-las. Então, é de se esperar que o serviço online conte com uma plataforma para descobrir o que mais é comentado e procurado na internet.

Pelo Google Trends é possível descobrir não apenas os assuntos mais visualizados nas últimas 24 horas, mas, também, sua distribuição geográfica, área de interesse e as fontes que fizeram as publicações.

Buzzsumo

Considerada uma das melhores ferramentas para descobrir o que está sendo falado na web, pois se trata de uma plataforma em inglês e que te dá acesso aos principais tópicos de todo o mundo. Logo em sua página inicial são destacados os assuntos de maior relevância.

Além disso, é possível fazer pesquisas por período, temas específicos e, no plano Premium, há filtros por idioma ou localidade.

Hubspot Blog Topic Generator

A Hubspot é um dos principais nomes do marketing digital no mundo, sobretudo, quando o assunto é marketing de conteúdo. Usando a sua expertise no mercado, a empresa mantém uma plataforma que ajuda bastante na hora de escolher novos temas para blog post.

A ferramenta, em inglês, permite que sejam inseridas três palavras — o ideal é que sejam sempre substantivos. Automaticamente, serão criados cinco títulos com essas palavras e, depois, serão entregues para a pessoa uma semana de posts. Ele é um mecanismo excelente para gerar insights.

Pesquisa em grupos do Facebook

As mídias sociais surgiram como espaço para a socialização e até hoje são bastante utilizadas para isso. Dessa forma, essas plataformas se tornam bons espaços para garimpar ideias, insights e temas que possam se tornar artigos.

Os grupos do Facebook, por exemplo, são espaços em que as pessoas apresentam seus problemas, dúvidas, demandas e desejos, e é sobre esses assuntos que bons textos acabam retratando.

Análise de concorrência

Esse processo é importante em dois aspectos. Primeiro, por permitir comparar com seus concorrentes a qualidade dos textos que têm produzido, a linguagem que têm explorado e as imagens que têm escolhido — o que leva a pensar em forma de melhorar sempre a qualidade do seu material.

Além da análise de qualidade, também é uma forma de perceber assuntos importantes e que, por algum motivo, ainda não foram explorados por você. Observar outros players do mercado ajuda a ter insights valiosos.

Mas cuidado! Copiar um concorrente certamente não é algo indicado a se fazer.

Pesquisa em blogs estrangeiros

Não é apenas em sites e blogs nacionais que você encontrará boas ideias. Consultar empresas de mídia estrangeiras faz com que você expanda a sua rede de fontes e tenha acesso a pautas que vêm se destacando em outros países, mas que não têm sido trabalhadas por aqui. Então, fique atento em alguns quesitos:

  • verifique se o público daquele blog é equivalente ao seu público-alvo. Lembre-se que o perfil e comportamento das pessoas mudam de país para país;
  • procure consultar se as palavras-chave daquele tema têm sido pesquisadas em sua região;
  • adeque a linguagem para que se encaixe no perfil do seu blog e dos seus artigos.

Agora que você sabe como garimpar os assuntos populares na internet está na hora de começar a pesquisar e produzir conteúdos incríveis.

Gostou deste artigo sobre como descobrir os assuntos populares na internet? Então não deixe de ler este texto sobre como criar pautas e acerte nos materiais para o blog da sua empresa.

CEO e cofundador do Vooozer, é apaixonado por ideias, tecnologia, games, cervejas e pela Tuti. Sonha acordado e dormindo com essas coisas e vira e mexe tira algo do papel, esse texto é um exemplo.

Ilustração de um tiranossauro rex frente a um laptop

Dicas para melhorar seu blog sem mexer nele

Melhorar seu blog é um exercício constante. Você, que possui ou está montando um, já deve saber disso. Um blog nunca fica realmente “pronto”, por assim dizer. Sempre há novidades e experimentos a serem testados, desde layouts, assuntos a serem abordados ou diferentes formatos de conteúdo.

Ouça essas dicas e aproveite para descansar a vista. Aperte o play e aproveite!

A lista ainda vai longe. Podemos falar de navegabilidade, velocidade de carregamento, widgets, design e mais. Mas, reparem que todas esses tópicos possíveis de como melhorar seu blog requerem que você mexa nele.

Por outro lado, muita coisa pode mudar para melhor, para que você atinja melhores e maiores resultados com o seu blog, sem que você precise mexer nele. Confira como!

Como melhorar seu blog sem mexer nele

Um blog é um projeto e, como praticamente qualquer projeto, quanto melhor sua gestão, melhores serão seus resultados. A gestão de um blog pode envolver muitas coisas, dependendo do tamanho do blog, da equipe, seus objetivos e tantos outros fatores.

Qualquer blog que queira crescer e melhorar deve estar atento à sua gestão, ou seja, como ele é gerenciado. Mas não pense que irei falar de questões super técnicas que, na prática, são confusas ou não fazem sentido.

Cachorro com dois donos morre de fome

É importante que seu blog tenha um líder, alguém explicitamente responsável por ele e seus resultados. Caso seja um blog corporativo, por exemplo, é necessário definir quem da empresa, ou da área de marketing, é responsável por ele.

Isso evita aquelas situações onde uma pessoa joga a responsabilidade para outra, além de evitar que alguém ache que outra pessoa era quem deveria ter se preocupado com a meta de leads do mês. Aliás, estipular metas é uma ótima maneira de melhorar seu blog sem mexer nele. Metas podem proporcionar direcionamento e inspiração para a equipe.

Tendo um líder responsável pelo blog, todos no projeto passam a saber com quem devem falar em caso de dúvidas, sugestões ou qualquer outro assunto relacionado ao blog. O líder não precisará resolver tudo, ele poderá simplesmente delegar funções e tarefas aos demais envolvidos.

“Coloquei um post-it com a meta do mês na sua mesa”

Longe de mim falar que post-it não é uma boa ferramenta de comunicação, mas na minha opinião, algo tão importante como a meta do mês deveria estar escancarada em um mural, ter sido enviada por e-mail e registrada em um dashboard de acompanhamento de resultados.

Ou seja, o ponto aqui é a comunicação entre a equipe. E não importa se a equipe é composta apenas por você. A comunicação continua sendo um ponto chave para você melhorar seu blog.

Defina meios de comunicação padrão e o que deve ser comunicado por qual meio. Por exemplo, atas de reunião devem ser enviadas por e-mail logo após cada reunião. Ou então, as metas do mês devem estar expostas em um mural ou planilha compartilhada.

Organizar o que deve ser comunicado por que canais irá facilitar a comunicação entre sua equipe e envolver mais cada uma das pessoas. Se levarmos em conta a dica anterior, o líder do blog poderá definir as melhores práticas de comunicação e ainda servir como catalisador das sugestões da equipe de como melhorar essa comunicação.

Uma equipe alinhada e que se comunica com eficiência e eficácia certamente terá mais chances de alcançar seus objetivos.

Demore mais para planejar e demore menos para executar

Este ponto é bem direto e claro: se você planejar melhor irá executar melhor. Isso porque o exercício de planejar uma ação ou experiência ajuda a prever recursos necessários, prazos, possíveis contratempos, avaliação de resultados, entre outros.

Antes de mexer no seu blog, por exemplo, avalie se investir tempo em um planejamento te trará benefícios. Em alguns casos, talvez não seja necessário, em outros talvez seja preciso um planejamento bem simples. Enquanto também existe a opção de incluir outras pessoas para fazer um planejamento melhor.

Mas, não se engane: a necessidade de planejamento não está tão ligada à complexidade da ação. Por exemplo, digamos que você quer melhorar a conversão de uma landing page e, para isso, vai experimentar uma cor ou posicionamento diferente para o botão de CTA (call to action).

Por mais simples que seja fazer a alteração, para tirar conclusões boas é preciso registrar que dia será feita a mudança, se será feito um teste AB ou outro método, definir por quanto tempo será feito o teste e quem deverá fazer o levantamento dos resultados.

 

Espero que você tenha gostado dessas dicas e percebido como o sucesso de um blog vai muito além do site em si. Aqui mesmo, no Blog do Vooozer, nós implementamos essas dicas e já estamos colhendo resultados.

E você? O que faz para melhorar os resultados do seu blog sem mexer nele? Conte pra gente nos comentários!

CEO e cofundador do Vooozer, é apaixonado por ideias, tecnologia, games, cervejas e pela Tuti. Sonha acordado e dormindo com essas coisas e vira e mexe tira algo do papel, esse texto é um exemplo.

Ilustração de uma folha de papel impressa e um lápis à frente de um laptop.

Blog para e-commerce: entenda o que você precisa saber

Ter um blog para e-commerce já se tornou uma real necessidade no mercado atual. Por meio da produção de conteúdo relevante, a empresa consegue aumentar o seu engajamento e ganhar autoridade em seu segmento. Que podem resultar em uma maior fidelização de seus clientes. Esta atitude também melhora o seu posicionamento orgânico em mecanismos de busca, entre vários outros benefícios.

Que tal escutar essas explicações ao invés de ler? Aperte o play e descanse a vista!

Elaboramos este artigo para demonstrar algumas das vantagens de criar um blog para a sua loja virtual. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto.

1. Aumento de visitantes

Gostaria de aumentar o número de visitantes do seu e-commerce sem ter que pagar mais anúncios para atrair essas pessoas? Um blog é capaz de transformar um desejo como este em realidade. Tudo isso acontece por meio do tráfego orgânico. Isto é, os links não pagos das páginas que aparecem nos resultados de buscas feitas em plataformas como o Google, Yahoo, Bing, entre outros.

Vamos pegar uma loja que vende cosméticos e outros itens de beleza como exemplo. Ela pode fazer postagens em seu blog sobre dicas de maquiagem, penteados para ocasiões especiais, entre outros assuntos do gênero. Quase sempre mencionando algum dos produtos disponíveis no e-commerce como referência dentro do texto.

Esses assuntos, que devem ser de interesse do público-alvo do e-commerce, acabam fazendo com que os consumidores em potencial encontrem o seu blog durante pesquisas na internet e esbarrem com os produtos mencionados nos textos. Gerando mais visitas para o e-commerce sem que você tenha que aumentar os gastos com anúncios.

2. Engajamento maior

Os textos do seu blog não têm apenas o objetivo de atrair possíveis clientes com menos custos. Fazer uso de textos, vídeos e outros tipos de mídias com informações para o público é parte de uma estratégia conhecida como marketing de conteúdo. Nela, o objetivo é atrair e engajar os clientes por meio de conteúdos que possam melhorar a experiência do consumidor de diferentes maneiras, apenas pelo compartilhamento do conhecimento.

Se um e-commerce de cosméticos dá dicas legais de como montar o seu visual, é provável que as pessoas interessadas nesse assunto continuem a acessar aquele site. Um dos vários benefícios disso é que o público acaba criando uma familiaridade com a sua marca ou loja. Sendo esse o primeiro passo para a fidelidade.

Outro benefício é que conteúdos com dicas e notícias relevantes têm mais chances de serem compartilhados nas redes sociais e indicados para amigos. Aumentando, então, o alcance do seu negócio. Para isso, é importante que o blog tenha um calendário de postagens bem estruturado. Que leve em consideração os temas mais procurados ou que são mais pertinentes para o negócio naquele momento.

3. Criação de lista

Os textos presentes em seu blog servem como uma ótima porta de entrada para uma lista de e-mail. O processo mais comum é que, ao final do texto, seja feito um convite ao leitor para que ele se cadastre em uma lista de e-mail do e-commerce.

As pessoas cadastradas costumam receber não só promoções. Mas notificações de novas postagens, dicas dentro do próprio e-mail e recomendações de algum item em específico que esteja relacionado com os gostos apresentados por elas.

A possibilidade de enviar e-mails personalizados é uma grande vantagem para qualquer e-commerce. E se textos servem como porta de entrada para uma lista de e-mail, investir em blogs mostra-se como uma ótima opção.

4. Autoridade no mercado

Um e-commerce com um blog bem atualizado passa mais credibilidade. Principalmente para pessoas que ainda não compraram nada na loja. Mostrar que realmente entende do assunto e que, constantemente, marca presença na internet, serve para afastar várias suspeitas de quem tem dúvidas sobre a loja. Já que, dificilmente, lojas menos sérias se dão tanto trabalho assim.

Além disso, muitos textos podem ser utilizados para auxiliar seus possíveis clientes a tomarem decisões de compra. É normal que pessoas que procuram por itens mais caros, como um smartphone, façam pesquisas não só de preço, mas também de características de diversos modelos. Ao apresentar um bom conteúdo que explica as vantagens e desvantagens de certos itens, as probabilidades do leitor se transformar em um cliente aumentam.

5. Retargeting (Remarketing)

O retargeting, também conhecido como remarketing, é uma técnica que permite que anúncios personalizados sejam exibidos para pessoas que interagiram com algum tipo de conteúdo da sua empresa pela internet.

Esse conteúdo pode ser um vídeo no YouTube, uma página de produto ou um texto de um blog. Ao adotar essa estratégia, a sua empresa tem a chance de exibir anúncios personalizados para aquela pessoa que já demonstrou ter algum tipo de interesse real, direto ou indireto, a um determinado produto.

Caso seja uma pessoa já cadastrada em sua lista, isso permite que e-mails personalizados sejam enviados para ela. O que pode aumentar a sua taxa de conversão.

6. Captação de dados relevantes

Analisar o comportamento dos visitantes de um blog, por meio de ferramentas como o Google Analytics, pode dar ótimas dicas de quais passos o seu negócio precisa tomar para melhorar o desempenho.

Você pode descobrir, por exemplo, que há uma grande procura por dicas de como usar um determinado tipo de produto. Algo que pode servir como um indicador de que a experiência do cliente com aquela linha de produtos está comprometida de alguma forma.

Todos os dados referentes ao blog têm algum significado. Imagine que um texto sobre um produto específico tem muitos acessos e que esses acessos são convertidos em cliques para a página do produto. Mas, mesmo assim, as vendas dele não aumentam. Isso diz que o consumidor tem interesse naquele produto. Mas na hora de apertar o botão de compra, algo que o faz mudar de ideia acontece.

Esse tipo de comportamento serve como uma pista para que você encontre possíveis erros ou problemas em seu e-commerce que talvez não estivessem em evidência sem a ajuda de um blog.

Reduzir custos, atrair mais visitantes, estreitar laços com os consumidores e personalizar suas campanhas de comunicação para novos e velhos clientes são alguns dos benefícios que um blog para e-commerce pode trazer.

Gostou deste artigo? Conseguiu entender as vantagens de fazer um blog para a sua loja virtual? Então, deixe um comentário para tirar suas dúvidas ou compartilhar suas experiências.

CEO e cofundador do Vooozer, é apaixonado por ideias, tecnologia, games, cervejas e pela Tuti. Sonha acordado e dormindo com essas coisas e vira e mexe tira algo do papel, esse texto é um exemplo.

Ilustração de 3 semáforos lado a lado, todos com a luz vermelha acesa

3 coisas que um blog de sucesso não faz

Para nossa sorte, existem milhares de artigos na internet explicando o que fazer para criar um blog de sucesso. Aqui no blog do Vooozer, a gente cresce muito estudando esses materiais. Ainda assim, sentimos falta de dicas que deixem claro o que um blog não deve fazer para se tornar um blog de sucesso.

Sem tempo pra ler? Quer descansar um pouco a vista? Aperte o play e escute este artigo na íntegra!

Algumas coisas podem parecer óbvias, porém, pela natureza do ser humano, são difíceis de evitar. Até porque, por trás de todo blog existem pessoas imperfeitas trabalhando para atingir melhores resultados a cada dia. Então, nos inspiramos em blogs de sucesso que nós seguimos para criar essa lista.

Esperamos que essas dicas possam te ajudar a evitar erros e garantir o sucesso do seu blog, seja ele corporativo, pessoal ou por puro hobby. Vamos lá?

1. Um blog de sucesso não faz sempre as mesmas coisas

Essa dica permeia todas as demais e você verá como. Muita gente acredita que para um blog ser bem sucedido é necessário descobrir as melhores práticas e então replicá-las exaustivamente. Não podemos esquecer que as melhores práticas do mercado mudam constantemente.

Se a única certeza na vida é a mudança, isso é ainda mais intenso na internet. Portanto, cuidado para não trazer ao seu dia a dia, reuniões e tomadas de decisão um argumento fatal em tantos outros mercados: “mas a gente sempre faz assim”.

Você não precisa nem mudar tudo a todo tempo e nem se acomodar. Experimente fazer as coisas de sempre de maneiras um pouco diferentes. Faça testes A/B, mude designs, varie linguagem, inicie e termine novos projetos, etc.

2. Um blog de sucesso não acredita em tudo que se lê na internet

Extremismos à parte, quem nunca se viu numa situação onde levou a sério demais alguma dica na internet para, depois, perceber que a coisa não era bem assim? É preciso ter cautela com as informações que pegamos e absorvermos na internet. Não apenas pela quantidade de sites e pessoas mal intencionadas na internet, mas também pela quantidade de veículos e pessoas que transmitem e distribuem conteúdos que elas mesmas não validaram ou conferiram sua veracidade.

Para que seu blog tenha sucesso, tome cuidado com o que você absorve na internet e com o que você mesmo publica. Verifique suas fontes, busque referências sólidas para assuntos delicados, teste você mesmo antes de dar uma dica e evite tratar temas e tópicos como verdades absolutas.

3. Um blog de sucesso não está fechado a novas oportunidades

No mundo digital, muita coisa pode ser encarada como oportunidade e, ao mesmo tempo, não ser prioridade para os seus objetivos. Isso torna o trabalho de filtrar oportunidades um tanto mais complexo. No entanto, há uma diferença grande entre estar aberto e filtrar oportunidades, ao invés de não estar aberto ou estar com um pré julgamento ativo constantemente.

Blogs de sucesso costumam inovar com certa frequência e, para fazer isso, é preciso estar aberto a projetos, ideias e testes. Tenha um canal por onde você possa receber propostas, sugestões e novos parceiros. Deixe claro ao mercado e ao seu público que você possui tal abertura e, então, esforce-se para priorizar as oportunidades que surgirem. Com certeza algumas falharão e isso não é um problema, faz parte do processo de encontrar novas oportunidades.

[Bônus] Como não cair nos erros citados

Existem muitas maneiras de se manter na trilha do sucesso sem cair nesses pontos acima. Uma delas é manter uma mentalidade aberta e expansiva, mas, pra falarmos em termos práticos, podemos resumir em uma única dica: escute o que as pessoas têm a lhe dizer.

Pode parecer simples e fácil, mas muitas vezes não é. Por outro lado, existem diversas iniciativas úteis que você pode experimentar sem muito trabalho, como:

  • Escutar o mercado: leia notícias e blogs sobre o mercado que você cobre, converse com pessoas do ramo, fornecedores e parceiros. Expanda seu networking e mantenha contato com pessoas que você considera experts no seu mercado.
  • Escutar seu público: faça testes A/B, experimente diferentes métodos para um mesmo objetivo, faça pesquisas e enquetes. Além disso, converse com seu público por e-mail, pelos comentários ou outro canal e recolha e analise resultados rotineiramente.
  • Escutar a si mesmo: tenha um senso crítico ativo, reflita sobre o que você lê, discute e analisa. Reserve um tempo na rotina para refletir sobre o rumo que seus projetos estão tomando e lembre-se sempre dos seus maiores objetivos.

A essa altura já deu pra perceber que ser um blog de sucesso é um exercício constante. É difícil e trabalhoso chegar lá e, uma vez no topo, é preciso continuar trabalhando para continuar lá.

Porém, é comum se fechar e inovar menos quanto mais experiência e sucesso se alcança. Mas, não se esqueça: a mesma sede por novos conhecimentos e abertura a testes e experimentos que te levarão ao sucesso, te ajudarão a mantê-lo e aumentá-lo.

Nós mesmo estamos nesse caminho e gostamos de compartilhar nossos aprendizados. Então se você gostou desse conteúdo, assine nossa newsletter para receber semanalmente outros conteúdos como este.

CEO e cofundador do Vooozer, é apaixonado por ideias, tecnologia, games, cervejas e pela Tuti. Sonha acordado e dormindo com essas coisas e vira e mexe tira algo do papel, esse texto é um exemplo.

Conheça 6 plugins para WordPress indispensáveis em 2017

O WordPress é um dos mais conhecidos sistemas de gerenciamento de conteúdo para sites — ou no inglês, Content Management Systems (CMS). Essa popularidade pode ser explicada por conta das possibilidades de customização que ele tem. Muitos dos recursos que permitem a personalização são nativos do sistema, mas outros tantos são resultados da instalação de plugins do WordPress.


Aproveite para descansar os olhos e ouça esse conteúdo! Clique no play acima!

Plugins são elementos complementares que modificam ou agregam novas funcionalidades a um site que utiliza esse sistema de gestão de conteúdo. No entanto, há um problema nesse contexto. São muitas alternativas. Então, os usuários do WordPress acabam tendo muitas dúvidas sobre quais os melhores plugins a serem usados em seus sites.

Vamos te auxiliar nesse problema! Reunimos neste post 6 plugins que, em 2017, acreditamos serem indispensáveis para qualquer site. Veja abaixo!

6 plugins para WordPress 2017 que não podem faltar no seu blog

1. SEO Yoast

O bom posicionamento nas páginas de pesquisa do Google. Esse é um dos principais objetivos de qualquer empresa que desenvolve um site. A análise de SEO não é uma função nativa do sistema WordPress e para isso o SEO Yoast é um dos melhores plugins do momento.

Ele possui algumas configurações complexas para a análise de SEO do site como um todo. Porém, a melhor funcionalidade é, sem dúvidas, o auxílio para a otimização dos conteúdos publicados. Ele gera uma espécie de checklist que mostra tudo o que pode ou precisa ser melhorado a partir da palavra-chave escolhida.

2. Akismet

O spam nos comentários é um dos maiores problemas enfrentados por donos de blogs. O Akismet é o plugin mais eficiente para proteger o site contra esta prática abusiva. Afinal de contas, esses comentários prejudicam a imagem do blog, além de comprometerem significativamente a velocidade do site.

3. W3 Total Cache

Toda vez que um usuário acessa seu site, alguns dados das páginas ficam armazenados na memória cache do navegador para que, no próximo acesso, o carregamento seja mais rápido.

O plugin W3 Total Cache facilita esse armazenamento, já que nem sempre ele acontece por uma configuração padrão do CMS. Dessa maneira, ele armazena todos os aspectos do blog na memória cache e, com isso, aumenta consideravelmente a velocidade de carregamento do site.

4. Jetpack

Este é um dos plugins do WordPress com mais recursos úteis para o site. Alguns desenvolvedores até o conhecem como uma coleção de funcionalidades surpreendentes e úteis para gestores de sites.

A partir de configurações simples de executar, o Jetpack simplifica a gestão do site e fornece estatísticas sobre os visitantes, melhorias na segurança, além da oferta de recursos para acelerar imagens e ajudar na obtenção de mais tráfego.

5. Contact Form 7

Todo site que se preze precisa de uma área de contato onde os visitantes possam enviar mensagens para os administradores da página. O Contact Form 7 é o plugin do WordPress ideal para inserir facilmente formulários de contato no site.

Com ele é possível gerenciar vários formulários diferentes com diversos níveis de personalização e todas as características necessárias para sua página de contato.

6. WP Smush

O tamanho dos arquivos de imagens de um site é um dos fatores que mais influencia negativamente na velocidade de carregamento das páginas. O WP Smush é um plugin que permite que você otimize as imagens do site de uma forma rápida e prática.

Para as imagens que já foram carregadas no site, ele permite que você reduza o tamanho de várias delas ao mesmo tempo. Para aquelas que ainda serão carregadas após a instalação do plugin, ele as configura e otimiza já no carregamento.

Saber escolher os plugins do WordPress corretos na hora de desenvolver seu blog é essencial para garantir uma maior chance de sucesso do site. Os exemplos que citamos aqui são alguns dos plugins indispensáveis para essa jornada. Para saber mais dicas como essas para o sucesso de seu site, curta também a nossa página do Facebook!

COO e cofundador do Vooozer, Mateus é o engenheiro mais de humanas que ele conhece. Apaixonado por mochilões e tecnologia, torce para que tenha wi-fi no hostel. Viaja para se encontrar, se perder, descobrir, inventar e vice-versa.